A  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)  recomendou o distanciamento físico sempre que possível, o uso de máscaras de proteção e a higienização frequente das mãos contra a transmissão da varíola dos macacos.

A doença tem se espalhado pelo mundo e deixou autoridades de saúde em alerta. Segundo informações da  Organização Mundial da Saúde (OMS) , já são 131 casos identificados em 19 países. Outros 106 estão em investigação.

A Anvisa reforça a importância das medidas de proteção à saúde a serem adotadas sobretudo em aeroportos e aeronaves.

A infecção viral que é endêmica em algumas regiões da África e, até então, não costumava ser registrada em outras partes do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.